17 de novembro de 2008

O destino chama pelo Môço das Entregas.

Nunca pensei que fosse viver para ver este momento. Mas como que iluminado por uma luz encontrei o meu próprio eu! Sim, Assistente de (re)Produção, também eu, Môço das Entregas encontrei a razão da minha existência. Há que dizer que ao mesmo tempo que me encontrei quase ia morrendo...



Mal havia me recomposto do primeiro choque, apanho com outro. Fui duplamente atropelado!

6 comentários:

O Padrinho disse...

As merdas que o menino encontra, na sua demanda pelo Autobonga Ramadão 2008! Isto sim é baixar o nível!!
Só falta mandar vir uma de galinha shop suey, 3 crepes e uma malga de arroz chau chau! Já agora traga-me um cinzeiro se possível!

Fâ n.º 1 da Sabrina disse...

A prova de que Sabrina é intemporal e seu busto atravessa culturas e oceanos!
Até em japonês um gajo começa a abanar a anca!

Reporter Bairrista disse...

Plo amor de deus....
Além de venderem roupa tb cara ;)
Ainda por cima invadem os grandes hits musicais ...

Bem vou mas é vender castanhas a 2.5€

NyiZla disse...

Muito bom, muito bom. Os japoneses são assim, tudo o que vêem querem logo imitar...a questão é que na maior parte das vezes fazem melhor. Claro que no caso dos hits musicais hmmm...Mas nem de propósito, há duas horas atrás tava a ver o Dragosteia din tei (?!) em versão japonesa (talvez o meu prox post lol).

amaia do blog disse...

num pode...japonas nesse roçanso td...é ilusao de opitica...isso sao influencias do mosso das entregas anda esparramar por esse mundo fora a brutal cultura japonocarioca...isso é k é multi-tasking..

A Gerência disse...

Não conseguimos deixar de ouvir isto!