13 de outubro de 2008

Carta de Demissão

Dada as incompatibilidades criativa e o meu desagrado para com o rumo que o blog esta a tomar, especialmente pelo facto de me sentir asfixiado cada vez que leio um post do Sr. Pedrogão Pistão.
Eu "O Moço das Entregas" apresento a minha carta de demissão. Mudam-se os nomes (ora Sr. Pedro Oliveira, ora Pedrogão Pistão), mas do discurso e a mentalidade são as mesma.
Não conseguindo conviver com este facto, vou postar para outra freguesia. Não fosse isso um os prazeres de uma ditadura democrática.
Foi um prazer partilhar estes momentos convosco, Até qualquer dia.

Um grande abraço para os que ficam!

O Moço das Entregas

5 comentários:

wakamusha disse...

NÃOOOOO!!!!Volta!!!!!!!!!!

A Gerência disse...

oh pá não te estiques que a gente ainda se entusiasma com a tua demissão e começa a acreditar!
Tem calma e respira fundo e deixa-te de mariquices e posta lá o que te apetecer!
Ou o caro Môço das Entregas acha que alguém lê as coisas de Pedrógão Pistão neste blog?
Além disso, qualquer demissão deverá ser apresentada em sessão sado-maso à Gerência, para ser válida, ok?

o moço das entregas disse...

Pá! 50% dos post do Autobonga é do Pedrogão Pistão, este merda é o blog dele!
Esta visto que nem eu nem a Gerência tem disponibilidade para acompanhar, pois não andamos a coçar a virilha a semana toda.
Isso na minha opinião esta a desvirtuar a essência do Blog. Ou põe-se mão a isso e cria-se cotas de participação ao Pistão, ou então, deixa-la o tipo ficar com o blog e a malta vai postar para outras paragens.

A Gerência disse...

Ok prontos! Percebemos a mensagem, mas....e a nossa sessão sado-maso?

o moço das entregas disse...

Mas só volto depois de uma reunião de direcção com objectivos claros!
Mas para adiantar serviço, pode manda vir a Puta do Blog toda oleadinha! Desde que não seja a Amaia a fazer jogo psicológico com o seu head set bindi!